Campanha D&D 4ed - A Busca Pelo Pilar da Realidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Campanha D&D 4ed - A Busca Pelo Pilar da Realidade

Mensagem  Fábio em Qua Jan 18, 2012 12:34 am

Como ninguém ainda havia feito esse tópico para os personagens do 4ªED
tomei a liberdade, se fiz mal me desculpem.

Um pequeno choro pode ser ouvido numa noite chuvosa onde os raios cortavam os céus e as chuvas inundavam vales,
trovões que mais pareciam rugidos de criaturas nos céus levaram um velho sacerdote dos deuses a porta de sua casa
onde viu um pequeno bebe ainda envolto no material de seu parto, crianças eram entregues muitas vezes naquela
porta e está seria apenas mais uma.......porém..... porém essa erá diferente, seu corpo era quente como a pequena
chama de uma lareira, e ao leva-ló para dentro o sacerdote teve uma impressão que o segue até os dias de hoje.
a Impressão de Ter visto um Enorme Dragão de platina.



A criança cresceu recebeu o nome de Aodh Eingram, se tornou um paladino de Bahamut deus dos dragões por intermédio
do velho sacerdote, que nunca o contou sobre seu passado ou sobre o que imaginava que havia visto, Eleion teve vários amigos
em sua infância, aparentemente ele tem dificuldades de diferenciar raças não humanas, já que dos seu 2 amigos de orfanato ele
só sabia que Barash era draconato dada sua capacidade de soltar chamas pela boca, por outro lado Sitzen ainda é visto como humano
por ele.



Após muitas aventuras, a perda de vários amigos, Aodh adentrou em uma guerra contra os orcs, enquanto seus companheiros seguiam por
um caminho buscando armas e formas de derrotar o exercito, Aodh formou com alguns soldados e homens comuns uma tropa de guerrilha
utilizando de seus conhecimentos e capacidade de liderança aprendida e lapidada em suas aventuras o grupo conseguiu por muito tempo
ir minando as defesas orcs e impedindo seu avanço, porem a maré mudou, um general orc foi enviado ao encontro da tropa de Aodh, e sem
contingente realmente treinado para o embate ele não teve outra opção, se utilizando de um poder divino muitas vezes utilizado por seu
Irmão de armas Barash, Aodh forçou todo o contingente de orcs inclusive o general a entrar numa disputa direta com ele, que o levou a tombar
por 2 anos, Aodh foi torturado, teve unhas arrancadas, partes do corpo quebrados, quase um olho cego, queimaduras por varias partes do corpo
em sua pele está marcas profundas das atrocidades que os orcs podem fazer a um humano, também foi forçado a comer restos de alimentos
e dejetos, por dois anos ele sofreu e simplesmente um dia, tudo acabou, quando acordou Aodh não encontrou ninguém no acampamento, nenhum
orc, como se todos tivessem desaparecido sem deixar vestígios, fogueiras ainda estavam quentes, pratos ainda estavam sem moscas, Aodh buscou
seu único pertence real, o Escudo que o velho sacerdote lhe deu antes de iniciar sua vida de aventuras e que foi reforjado por um grande artesão
Anão servo de Pelor após ser quase destruído por um General golem maligno, ao sair do acampamento Aodh percebeu uma coisa, ele não parava
de verter sangue, porem não sentia dor, nem se sentia mais fraco, sua capacidade de combate fora reduzida ao extremo porem a capacidade que
suas bençãos alcançavam aumentaram exponencialmente, embebido pelo novo poder, e pela nova vida que o espera ele busca reencontrar seus amigos
e quem sabe ter a chance de viver novamente.
avatar
Fábio
Fraction
Fraction

Mensagens : 12
Nivel de Apelação : 21
Posto Divino : 6
Data de inscrição : 17/01/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum